Facebook
Banner


Banner
Banner
Banner
Banner
Home Empresa Compromisso Ambiental
Compromisso Ambiental PDF Imprimir E-mail

 

1. OBJETIVOS

GERAL - O gerenciamento de resíduos de serviços de saúde tem o objetivo de definir medidas de segurança e saúde para o trabalhador, garantir a integridade física do pessoal direta e indiretamente envolvido e a preservação do meio ambiente.

ESPECÍFICO – Minimizar os riscos qualitativa e quantitativamente, reduzindo os resíduos perigosos e cumprindo a legislação referente à saúde e ao meio ambiente.

MANEJO DE RESÍDUOS

O manejo dos resíduos consta das seguintes etapas:

  • Geração
  • Coleta
  • Segregação e acondicionamento
  • Tratamento
  • Descarte

COLETA

A coleta dos resíduos gerados é realizada pelo pessoal que executa as várias atividades dentro do laboratório clínico e são acondicionados em recipientes adequados a cada tipo de resíduo, com identificação específica.

COLETA INTERNA

A coleta interna consiste no translado dos resíduos dos pontos de geração ate o abrigo de resíduos destinados a apresentação para coleta externa. É realizada em sentido único, não coincidente com períodos de maior fluxo de pessoas.

GRUPO A

Este recolhimento é efetuado pela auxiliar de laboratório. Esta funcionária, provida de luvas de borracha, máscara e óculos de proteção faz o recolhimento no laboratório e encaminha para a área de lavagem. Este recolhimento acontece quando não há atendimento ao público. Os sacos cheios são retirados das latas de lixo e são fechados com um nó e são substituídos por sacos novos. A capacidade desses sacos é de 20 litros. Esses sacos são depositados em um recipiente coletor.

 

 

GRUPO B

Os produtos do grupo B, gerados em quantidades reduzidas, permanecem armazenados em seus locais de geração, até o esgotamento do volume do reservatório, sendo depois, descartados na rede de esgoto com diluição, tendo em vista que os produtos químicos que compõe a mistura não são, de acordo com a FISQP (Ficha de informações de segurança de produtos químicos), nocivos a saúde pública e ao meio ambiente, na concentração descartada.

 

GRUPO D

Os resíduos do grupo D são gerados em pouca quantidade e são recolhidos pela funcionária de serviços gerais. São considerados lixo comum.

 

GRUPO E

Os resíduos perfurocortantes permanecem armazenados em seus locais de geração, acondicionados em recipientes próprios. Quando estão cheios ou justificando-se a sua retirada, segue-se os procedimentos do grupo A.

 

TRATAMENTO

Há tratamento para diminuir a carga bacteriana somente para os resíduos do grupo A, que são autoclavados ou por tratamento com produtos químicos.

 

Estrutura da célula bacteriana.

Locais de ação de alguns dos produtos químicos bactericidas
A-Pili. B-Ribossomas; C-Cápsula; D-Parede celular (hipoclorito, iodóforos); E-Flagelo; F-Citoplasma; G-Vacúolo; H-Plasmídeo; I- DNA enrolado no nucleoide (Glutaraldeído, Clorexidina); J-Membrana plasmática (hipoclorito, iodóforos)

 

ARMAZENAMENTO TEMPORÁRIO

Local ventilado e de fácil acesso ao pessoal da limpeza e conservação, não sendo permitido a entrada de pessoas não autorizadas. Neste local o Lixo contaminado fica aguardando a sua retirada pelos profissionais da coleta seletiva.

COLETA EXTERNA E TRANSPORTE

Após o acondicionamento os resíduos são coletados duas vezes por semana (terças e sextas feiras)  pelo serviço de coleta de lixo hospitalar. Tendo a incineração como destino final.

 


by Ânimus Web